Português
 
Inglês
 
Espanhol
 

Iniciativas ambientais


Como Distribuidora, Geradora e Transmissora de energia elétrica sabemos da nossa importância junto à sociedade e assumimos uma postura pró-ativa quanto ao consumo consciente dos recursos naturais onde a holding Endesa Brasil adota como compromisso as iniciativas ambientais buscando a sustentabilidade. Conheça os nossos programas.

 

Entre as iniciativas para redução de consumo de energia destacam-se desligamento de aparelhos de ar-condicionado e iluminação dos andares do prédio compartilhado pela holding, Ampla e Endesa Geração Brasil, instalação de sensores de presença em escadas e banheiros. Todas as empresas realizam campanhas de comunicação interna para combater o desperdício no uso do recurso.

O consumo de água totalizou 158,8 mil metros cúbicos, ante 157,1 mil no ano anterior. O volume refere-se a consumo humano, serviços gerais de limpeza, esgotamento sanitário e jardinagem, com suprimento por empresas de saneamento básico ou poços artesianos. Para reduzir o consumo nas atividades administrativas, as empresas têm instalado torneiras e sistemas de descarga inteligentes e intensificadas atividades de manutenção das instalações, além de campanhas internas de conscientização.

Outra iniciativa que merece destaque foi a instalação de captação de água do sistema de refrigeração do edifício sede da Endesa Brasil, onde trouxe uma redução significativa do consumo de água.

Exceto nas operações da Endesa Fortaleza, que gera energia a partir de gás natural, as demais empresas não registram emissões relevantes de gases de efeito estufa (GEE).
A Ampla inventariou suas emissões em 2007 de acordo com as diretrizes da ISSO 14064, chegando ao valor de 2.685,91 toneladas de CO2 e, como medida de neutralização serão plantadas 8.800 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica no Parque Estadual da Serra da Tiririca em Niterói-RJ.

As emissões indiretas desses gases derivam das frotas de automóveis para serviços de poda, medição mensal do consumo nas residências dos clientes, manutenção das linhas, transporte de colaboradores, entre outros. As empresas realizam monitoramento da fumaça preta dos veículos movidos a diesel, da sua frota própria e das empresas parceiras, mas não fazem o inventário dessas emissões. Mesmo sem emissões relevantes, a Ampla iniciou em 2007 a coleta de dados e identificação de processos para esse inventário.

O Sistema de Gestão Ambiental das empresas determina procedimentos de gestão de resíduos utilizados nas áreas administrativas e operacionais, desde a sua geração e transporte até a disposição final, sempre em conformidade com os requisitos da legislação ambiental. É realizada a coleta seletiva nas unidades operacionais, com correta separação e adequada destinação final.

Atendendo o Protocolo de Kyoto, a Ampla foi a primeira empresa do país a lançar um programa de aquisição de créditos de carbono. Os projetos prioritários serão os de gestão de resíduos em setores industriais ou energéticos. O objetivo do grupo espanhol é contratar 15 milhões de carbono para o período entre 2008 e 2012.

O impacto sobre a diversidade decorre especialmente da instalação de subestações, redes e linhas de transmissão das distribuidoras, o que determina cuidados especiais com fauna e flora que podem ser afetados. Na área  de atuação da Ampla existem 33 áreas protegidas ou de alto índice de biodiversidade. Os principais impactos são: efeito de supressão vegetal, fragmentação de áreas para a formação de faixas de servidão, poluição visual (postes, fios e equipamentos), e acidentes com a fauna que entram em contato com a rede energizada.

Na geração, o principal impacto resultante da construção da Usina Hidrelétrica de Cachoeira Dourada está relacionado ao aspecto paisagístico, com o desaparecimento de algumas ilhas fluviais. A usina está localizada em área de Cerrado, que abriga espécies ameaçadas ou em risco de extinção no Brasil.

Entre as principais medidas para reduzir o impacto das operações destacam-se:

Endesa Brasil
Mapa do Site